Folclore do município

Cássia dos Coqueiros, mantém viva o seu folclore não deixando que caia no esquecimento as festas juninas comemoradas com quadrilhas caipiras, nas escolas, no grupo da Terceira Idade, com direito a muito pau-pique, broa de fubá, bolo de milho, quentão, pé de moleque e outras delícias que não podem faltar. O desfile de cavalos com a caminhada da cavalhada, onde diversas pessoas se reúnem para cumprir um determinado trajeto e terminar em desfile pela cidade com direito a troféu para o grupo que melhor se apresentar. Um ponto forte do folclore de Cássia dos Coqueiros, incomum as demais regiões é ato de cantar para as almas, onde todo ano sai um grupo de pessoas no período da quaresma todas as segundas quartas e sextas, fazendo o rito de cantar para as almas com direito a batidas de matraca (instrumento) que dá inicio a cantoria com direito a violões e vozes durante quase toda madrugada. Nas casas onde eles passam, são convidados a entrar rezar, comer e beber o que o anfitrião puder lhe oferecer. A cidade também conta com o grupo de catira, formado por meninas que aprendem desde sedo a arte de repicar o pé no batido da viola, quando possível, uniformizadas o grupo faz apresentações em cidades vizinhas na abertura de shows, e outros eventos. O encontro de Santos Reis é muito festejado, a saída das companhias e a chegada, reúnem milhares de fiéis. As companhias andam uniformizadas, com seus arfareis (palhaços de companhia de reis), suas bandeiras e seus cantos, visitando todas as casas inclusive na zona rural. Considerada pelos fiéis como parte religiosa, a festa do encontro de folias de Reis não deixa de ter em seus ritos os traços do mais puro folclore.